FC Porto quer três pontos frente a Rio Ave que não sabe ganhar em casa

Kléber terminou a última época com hat-trick nos Arcos ©Catarina Morais
Após ter conseguido isolar-se no comando da classificação, o FC Porto quer continuar sozinho no primeiro lugar, estando para isso obrigado a conquistar os três pontos diante do Rio Ave, formação que ainda não conseguiu vencer em casa esta temporada.

Numa altura em que os azuis e brancos celebram 119 anos, os jogadores vão tentar oferecer aos adeptos um triunfo que permita ao FC Porto encarar o primeiro clássico da época na frente de todos os outros adversários, uma vez que na próxima jornada recebe o Sporting antes de mais uma pausa do campeonato para os compromissos das seleções nacionais.

Um empate com o Gil Vicente e uma vitória sobre o Olhanense são os resultados alcançados pelos comandados de Vítor Pereira nos jogos fora de casa para o campeonato.

O Rio Ave, por sua vez, já foi uma das surpresas da Liga ao vencer no Estádio de Alvalade por 0x1 mas a verdade é que em casa os adeptos continuam à espera de um triunfo, pois na primeira jornada a equipa de Vila do Conde foi derrotada pelo Marítimo e na terceira empatou sem golos com a Académica.


O reencontro de Nuno Espírito Santo com o clube onde ganhou mais títulos

O treinador do Rio Ave não quis dar muita importância ao facto de ter o FC Porto como adversário, mas é inegável que o encontro com os azuis e brancos será especial para Nuno Espírito Santo.

Foi no Dragão que o ex-guarda-redes encerrou a carreira de jogador mas não só. Em duas passagens pelo FC Porto, Nuno ganhou tudo o que havia para ganhar. Uma Taça Intercontinental, uma Liga dos Campeões, uma Taça UEFA, quatro Ligas portuguesas, três Taças de Portugal e três Supertaças Cândido de Oliveira é o saldo do agora treinador do Rio Ave com a camisola dos dragões.

Agora na condição de treinador, Nuno Espírito Santo vai tentar derrotar o FC Porto pelo Rio Ave, algo que os vila-condenses não conseguem desde a temporada 2003/2004 mas que quando aconteceu Nuno estava em campo a defender as cores azuis e brancas.

11 do FC Porto que perdeu pela última vez em Vila do Conde tem três treinadores da Liga

A 30 de abril de 2004, o FC Porto, orientado por José Mourinho, perdeu com o Rio Ave por 1×0 mas numa altura em que o título de campeão nacional já estava garantido.

Miguelito, aos 13 minutos, marcou o único golo de um encontro em que os cartões vermelhos estiveram em evidência, com Mozer e Danielson a serem expulsos pelos da casa e Ricardo Fernandes a ter o mesmo caminho pelo FC Porto.

Nesse dia, o FC Porto alinhou com o seguinte 11: Nuno, Pedro Emanuel, Ricardo Costa, José Bosingwa, Mário Silva, Pedro Ribeiro, Pedro Mendes, Ricardo Fernandes, Derlei, Sérgio Conceição e Maciel. Agora, oito anos depois, é curioso verificar que três desses jogadores são treinadores no principal escalão.

Desde logo, Nuno Espírito Santo merece destaque. Vai na condição de técnico principal defrontar um segundo candidato ao título e pretende ter contra o FC Porto o mesmo resultado conseguido frente ao Sporting.

Por sua vez, Pedro Emanuel está ao comando da Académica e na última jornada até ajudou os dragões a chegarem à liderança isolada, ao empatar a duas bolas com o Benfica.

Já Sérgio Conceição é treinador do Olhanense e esta temporada já foi derrotado pelo FC Porto em Olhão, num encontro em que os algarvios até chegaram a estar na frente do marcador.

Lucho está de regresso ao 11. Otamendi também está de volta ©Catarina Morais

Otamendi e Lucho de regresso aos titulares

A lista de convocados de Vítor Pereira para o encontro com o Rio Ave trouxe de regresso à equipa três jogadores que falharam o encontro da última jornada com o Beira-Mar: Otamendi, Fernando e Lucho González.

No entanto, do trio apenas dois devem fazer parte do 11 que vau subir ao relvado do Estádio dos Arcos. Otamendi vai entrar para o lugar de Mangala e Lucho González irá voltar a figurar entre as opções no meio-campo, ao lado de João Moutinho e Defour, que vai manter a titularidade apesar da chamada de Fernando.

Com o regresso de El Comandante, Vítor Pereira vai colocar novamente James Rodríguez a jogar numa das alas, depois do colombiano ter atuado a grande nível em zonas mais interiores no triunfo sobre o Beira-Mar.


 

Eis o 11 que Vítor Pereira deverá fazer alinhar frente ao Rio Ave:

4J 0G
3J 0G
4J 1G
3J 0G
4J 0G
3J 1G



 

Anúncios

Sobre pungaro

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/
Esta entrada foi publicada em antevisão, fc porto, FCP, Futebol, Porto, Rio Ave. ligação permanente.

Uma resposta a FC Porto quer três pontos frente a Rio Ave que não sabe ganhar em casa

  1. Boa tarde,Hoje teremos um teste complicado perante um adversário com a equipa com uma estrutura forte e estável, que tem jogadores experientes, e muito bem orientada pelo nosso Nuno Espírito Santo.Está em fase de adaptação ao novo treinador, mas é uma equipa agressiva e competitiva.Teremos de ser sérios e aguerridos do primeiro ao último minuto e assim conquistar a vitória que nos reponha na liderança.Esperam-se mts portistas nos Arcos para apoiar a nossa equipa nesta difícil deslocação.Abraço e bom fim de semanaPaulopronunciadodragao.blogspot.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s